Provence: vá sem passagem de volta

provence abre

 

É batata. Não tem uma vez que eu pense slow travel que não me venha à mente, de bate-pronto, a Provence. Aquilo ali não é lugar nem pra curtir devagar: é pra ir sem passagem de volta, mesmo.

Engraçado como, na França, os Alpes (com o frisson de Courchevel) e o Mediterrâneo (com o frisson2 de St-Tropez) é que despertam a curiosidade de  todo mundo, quando na verdade, pra mim, o grande achado mesmo está ali “escondido” entre os dois: a Provence. Comparando ao Vale do Loire, por exemplo, pior ainda: achei infinitamente mais romântica a joie de vivre da Provence do que o cenário de contos de fadas dos castelos do Loire.

 

provence abre feira

 

E justamente por esse apelo trés simple: a Provence é o lugar pra levar uma vida preguiçosa, caminhar pelos campos de lavanda, comprar queijos e azeitonas mil na feira livre da praça medieval, sentar num banco pra comê-los com uma boa baguete e um aromático vinho local. E sem prescindir de paisagens de sonho.

Em suma, aquilo é um paraíso rural perfeito pra mostrar a qualquer urbanóide convicto que a vida é feita dos prazeres mais banais. Não é por acaso que é tão escolhida pela ficção como cenário pra esse argumento-clichê: Um Ano na Provence, do Peter Mayle, e o filme baseado nele, Um Bom Ano, com a linda Marion Cotillard e o galã-ogro Russel Crowne, estão aí para provar.

Por tudo isso, escolhi a amada Provence pra começar o blog. Nos próximos posts, meus lugares favoritos na região (e outros muito bem cotados por viajantes espertos por aí).

Provence abre lavander 
{Foto de Sarah Lewis}

Bienvenue!

Tags: ,

58 Respostas to “Provence: vá sem passagem de volta”

  1. Humberto Says:

    Claudia,
    Parabéns pela casa nova, desejo muito sucesso e felicidades.
    A Provence é realmente um local para se curtir devagar, principalmente os detalhes mais banais. Ficamos uma semana em St Remy, uma parte de nossa lua-de-mel, e adoramos caminhar por aquela cidadezinha, ir à feira, comer sanduíche na barraquinha, chocolates deliciosos, beber pastis ao entardecer…pena que já tínhamos comprado a passagem de volta, senão nossa filha teria nascido lá!
    Abs.

  2. Claudia Carmello Says:

    Ah, St-Rémy e os chocolates do Joel Düran: hummmmmmmmmmmmm, delícia! Vou falar deles, sim, nessa série de posts. Bem-vindo e super obrigada pelo comentário, Humberto!

  3. Na Provence com a Claudia Carmello | Viaje na Viagem Says:

    […] Provence: vá sem passagem de volta […]

  4. Luiz Felipe Says:

    claudia, deliciosa a sua descrição, a começar pelo título. voltarei mais vezes, e com bastante calma, para degustar lentamente seus textos.
    um abraço, luiz felipe

  5. Kaká Monteiro Says:

    Ai, meu Deus!!! Que saudade da Provence!! Sem explicação, né???? amo demais!!!

  6. Adri Says:

    Olá Claudia, tudo bem? Já te acompanhava no site viaje aqui…e agora, estaremos por aqui, com vc!!!
    Meus pais vâo no final de julho pra Provence…na sua opinião, quais são as melhores rotas pra que eles encontrem muita lavanda e cerejeiras???
    Eles vão ficar em Aix e alugar um carro pra rodar pelos vilarejos…eles terão 5 dias…
    Muito obrigada, desde já!!!
    beijos

  7. Claudia Carmello Says:

    Oi Adri, que bom que você continua por aqui! Olha, Aix-en Provence é uma cidade deliciosa (vou falar já já dela), acho que vale ficar pelo menos 2 dias só lá (ai, que pena que tenho que sugerir esse roteiro só pra 5 dias). Depois acho que eles devem deixar outros dois dias pra Gordes (e a Abadia de Senanque), Ménerbes, Bonnieux e arredores, ou seja, Luberon, e mais um pra Le Baux de Provence e St Remy. Se eles gostam muito de lugares históricos, talvez valha trocar St Remy e Le Baux (ou um dos dias no Luberon) por Arles (bem romana) e Avignon (onde tem o Palais des Papes, sede da igreja católica por quase 70 anos nos anos 1300). Vou falar disso tudo já já, continue acompanhando. Ah, lavanda é nos arredores de Apt e na Abadia. Cerejeiras… não sei de nenhum lugar específico, mas acho que no Luberon, que é bem rural, será fácil. Bem, mas vale assuntar quando chegar lá. Abraço

  8. Malu Says:

    Claudia, adorei conhecer seu blog por indicação do querido Ricardo Freire. Amo a Provence e gostaria muito de passear por lá sem pressa, nem roteiros, apenas sentindo toda a beleza e magia desse pedacinho lindo da França. Mínha oportunidade chegará e, enquanto não chega, vou curtindo suas lindas fotos e textos. Ótimo começo na nova casa.

  9. Jacqueline Says:

    Olá Cláudia !
    Parabéns pela proposta do blog e pela escolha de um destino tão especial, que realmente deve ser “saboreado” em slow travel!
    Um abraço.
    Jacqueline

  10. Claudia Carmello Says:

    Oi Malu e Jacqueline: super obrigada pelos comentários! Espero vê-las sempre por aqui. Grande abraço

  11. Guilherme Andrade Says:

    Muito bacana, dá vontade pegar a mochila e se perder num lugar desses…Parabéns e boas viagens!
    Bj
    Guilherme Andrade

  12. Claudia Carmello Says:

    Gui, que bacana ver você por aqui!! Brigada pelo comentário e pela leitura. Grande beijo

  13. Beto Says:

    Claudia, coisa linda isso tudo né? Fiquei lá 20 dias no ano passado. Postei algumas coisas, mas, por preguiça, muitas eu não mostrei. Acho que um dia eu crio vergonha. Passe lá pra confirmar as tuas impressões. Parabéns pelos posts.
    http://omeulugar.wordpress.com/category/franca/provence/

  14. thais cunha Says:

    oi claudia gostaria de uma sugestao sua,vou fazer uma viagem para leste europeu terminando em praga,e me sobrara do dia 6 ao dia 12 para montar um roteiro pela provence e voltopara o brasil dia 12 a noite,por onde deveria entrar vindo de praga e se poderia conhecer a tao sonha da provence nestes dias q me restam

  15. Claudia Carmello Says:

    Ou Thaís, de Praga a Provence é longe, você teria que comprar um vôo interno numa low-cost ou com a Air France (use o site http://www.skyscanner.com pra fazer a pesquisa). De Praga a Nice ou a Marseille, as cidades grandes mais próximas, você não acha vôo direto. Acho que o mais fácil seria comprar uma passagem Praga-Paris e pegar o trem rápido TGV até Avignon (3 horas). Mas por onde você tem que voltar ao Brasil? De onde sai seu vôo a Guarulhos? Porque o melhor mesmo é você tentar incluir no seu itinerário aéreo desde o Brasil um trecho Praga-Paris-?? (?? sendo o lugar de onde você parte pro Brasil). Às vezes seu agente de viagens consegue incluir esse trecho no aéreo sem custos ou mais barato do que o vôo low-cost Praga-Paris (ainda mais se você estiver carregando muita bagagem, já que a franquia de bagagem das low-costs é baixíssima). Dá uma olhada nisso. Abraço

  16. Elizabeth Says:

    Muito legal o seu blog e a idéia de “slow travel”.

    Pensando nisso, se vc tiver alguma dica para dar sobre lugares para alugar… e de lá a gente ir conhecendo as cidadezinhas por perto. Ou é melhor mesmo ficar em hoteis?

    Abraço,
    Beth

  17. myiska Says:

    gostei mto do seu blog claudia. estou querendo p a provence no comecinho de janeiro. preciso de sua opinião – se é mto frio e se há sol, dias claros. estarei em madri dia 3 e preciso saber se consigo um pacote de lá p fazer este roteiro. agradecerei se puder me ajudar

  18. joao carlos braga Says:

    Oi Claudia,estou indo para Provence ano que vem,e gostaria de saber qual o periodo no qual os campos de lavanda estão floridos.Abs

  19. Claudia Carmello Says:

    Oi João Carlos: junho e julho são os meses para ver e se acabar de fotografar os campos de lavanda floridos. Myiska: em janeiro você deve encontrar um frio de, de dia, uns 4 graus (olha a precisão! haha). Mas os dias costumam ser ensoladaros, sim, e secos. E não neva.

  20. Cristina Says:

    Oi Cláudia!
    Sou uma daquelas speed travel de carteirinha rsrs, leio sempre de vc no VnV, mas estou programando uma viagem com minha mãe de 63 anos (até lá) para Paris e essa região, então terá de ser slow travel e sem ladeiras (ela assusta com uma!).
    Assim já cortei via Maria Lina-Conexão Paris cidades que pretendo voltar com meu amor no futuro, tipo Baux e Gordes. O que vc acha deste roteiro – pretendo alugar carro mas nunca dirigi fora do Brasil e ela não dirigia, vi que dá para fazer de ônibus mas acho mais tranquilo o carro carregar as malas para mim rss
    2 noites em Avignon (vendo Orange)
    2 noites em Aix (vendo Marseille e Cassis)
    1 ou 2 noite pelo caminho até Nice (St Tropez? Ela quer passar por lá)
    3 noites em Nice (vendo Monaco, Antibes)

    Obrigada! Teus posts tão me dando cada vez mais certeza para ir!!!

    • Claudia Carmello Says:

      Oi Cristina! Que bom que passou por aqui.
      Olha só: segunda quinzena de junho é óóóótimo, você vai ver os campos de lavanda floridésimos.🙂

      É isso mesmo: vilas no alto de morros do Luberon ou mesmo Les-Baux ficam complicadas pra quem não tolera ladeira. E sobre o carro: acho que você deveria alugar, sim. Mais confortável pra vocês, e como vão viajar slow, terão tempo pra se adaptar às placas, regra de trânsito etc. rs. Não tem segredo.

      Agora meus pitacos. Tá meio corrido ainda, Cristina! Tem muito lugar aí nesse itinerário. E ainda você está deixando de aproveitar algumas coisas importantes:

      – Eu incluiria mais uma noite em Avignon. Assim você faz Avignon num dia, Orange no outro, St Remy + Arles no outro. No caminho pra Orange tem Châteauneuf-du-Pape: se vocês gostam de vinho, vale parar lá e cacifar uma garrafa.

      – Nas duas noites em Aix, você tem que ficar no mínimo um dia inteiro na própria Aix! No outro dia, se for mesmo em junho, você tem que ir pra Abadia de Senanque ver os campos de lavanda! Fica a cinco minutos de Gordes: https://outromododeviajar.wordpress.com/2009/06/04/a-lavanda-e-o-mosteiro-mais-cenico-da-provence/

      – Marseille não é cidade pra bate-e-volta. É um lugar pra ir e ficar. De repente essas três noites finais você fica OU em Marseille OU em Nice. Veja só: Cassis é do lado de Marseille, mas St Tropez fica a 150 km. Então, se você mais é Côte d’Azur, vai pra Nice. Se quer Cassis e um pouqinho mais de Provence, fica em Marseille.

      Só mais uma coisa: Marseille e Nice são duas cidades grandes, muito mais urbanas, é outro clima comparado ao que você estará fazendo no resto da viagem. Quando digo cidade grande: ruim de estacionar, complicado de sair e entrar, fácil de se perder… Tem certeza que quer isso no fim da viagem? Você poderia se hospedar na própria Cassis ou na própria St. Tropez também, pra terminar num clima mais tranquilo.

      Que mais? Se tiver mais dúvidas, deixa aqui!

      bejão

      • Cristina Says:

        Claudia,
        que super resposta! Vendo teu post da Colombia, aprecio ainda mais tua ajuda, merci beaucoup!!!😉 Vc é uma gracinha mesmo, ontem falei de você com a CarlaZ.

        Decisões tomadas após sua resposta e ouvir o “cliente” (minha mãe rsrs) e algumas dúvidas:

        – Hoje no meu War Turistico Pessoal (termo que eu criei postado pela Mari Campos que adorou), tirei a Cote D´Azur graças ao que vc escreveu “se você é mais…”. Eu sou mais a Provence definitavamente! Sempre sonhei em ir lá qdo meu francês estivesse melhor (estudo há 4 anos no trabalho a passos lentos mas me peguei falando mais francês do que inglês na Grécia ano passado).

        – A verdade é que essa viagem é para minha mãe, que nunca foi além de Buenos Aires e já disse “praia na França? para que?” rsrs. Perguntei para ela se ela gostaria de ir a outra grande capital e ela escolheu Roma (que eu tenho uma lacuna enorme pq nao conheci o Vaticano pq qdo fui lá o Papa João Paulo II morreu).

        – Estou achando que Gordes não é muito plana e periga de chegar na provence na 1a semana de Junho – volto dia 11 para o Brasil, se der certo o aéreo de Roma. Não sei se o esforço valeria a pena considerando a aversão dela a ladeiras e a possibilidade de nao ver lavandas (no inicio de Junho será?)

        – Meu coração tb não tá tão a fim de ficar em Marseille, justamente por ser cidade grande e confusa para quem nunca dirigiu de carro na Europa. Dar uma volta, com o carro parado, caminhar na beira mar (como sugeriu a Maria Lina) e depois ir a Cassis, num bate e volta para Aix, para poder ficar 3 dias baseada em Avignon e outros 3 em Aix, que tal?

        Já li todos os seus posts da Provence, MARAVILHOSOS, mas vou deixar para ler de novo qdo tiver mais perto e definido (tenho que pedir para minha agente orçar esses trechos).

        E tudo que passar, posso sonhar em voltar depois acompanhada do meu co-piloto preferido😉

        Outro beijão!

  21. Cristina Says:

    Ah o período será Maio ou 2a quinzena de Junho

    • Claudia Carmello Says:

      Oi Cristina!
      Olha só: chega lá em Aix-en-Provence e dá uma assuntada se já tem campo de lavanda florido. Se sim, daí você vai pra Abadia de Senánque, vai de carro mesmo, não vai ter que encarar ladeira a pé, não. Se os campos não estiverem floridos, daí desencana. Acho também que sua mãe tem razão: St. Tropez é mais pela badalação, nem é tanto pela praia. Acho que sua mãe não é o tipo que gosta de ficar dançando em cima de caminhas em clubes de praia ouvindo chill-out e com uma tacinha de champagne na mão, é?😉 Sobre Marseille, faz isso, então. Faz um fim de tarde ali na volta de Cassis, tomando um drinque nos bares do antigo porto, dando uma voltinha na Cours Julien e boa. Beijão!

  22. Manuela Says:

    Oi Claudia, amei seu blog! Ele, apartir de agora, embarca comigo rumo a nossa próxima viagem em junho, Paris e Sul da França. Afinal, a viagem já começou! Antes de ler cuidadosamente todos os seus posts sobre a Provence, (sua resposta para Cristina já clareou as idéias!), preguiçosamente lhe pergunto: após 5 dias em Paris, nós, 3 casais, seguiremos de carro até Marseile, onde nos dividiremos, uns para Espanha, outros para Itália. Reservamos 4 dias para esse trajeto, certos de que não será possível experienciar os mínimos detalhes, quais cidades você nos sugere para dois pousos? Como não queremos dormir em Marseile, Aix-en-Provence é ideal, certo? E antes, no caminho entre Paris e Aix-en-Provence? Merci, Manuela

    • Claudia Carmello Says:

      Oi Manuela, seja bem vinda! Aix en Provence é ótima opção para dormir e visitar, e bem menor que Marseille, mais fácil de se achar e chegar e sair. Ou Avignon – e vc também passará ali por perto. Para a primeira parada, a do meio do caminho, eu escolheria Lyon. Abraço

  23. Sulamita Says:

    Oi Claudia, sou nova no pedaço mas me identifiquei totalmente com sua maneira de conhecer o mundo.
    Planejo ir caminhar na Itália (sou peregrina…) até Assis e depois ir para a França e fazer a Provence. Vc. sabe alguma coisa sobre trilhas e caminhadas na área? Não sou xiita, uso também trem, avião, etc… mas gosto mesmo é de caminhar e pousar em albergues. Enfim, agradeço toda e qualquer informação a respeito disso. Muito obrigada.

  24. Kitty Says:

    Oi Claudia, Postei no VNV também… mas, como queria muito a sua opinião, repito aqui, por garantia:
    Tô numa super indecisão… Depois de uma semana entra Paris e Lisboa, fechando no Rock’n Rio Lisboa, dia 29 de maio. Vou, com meu marido e mais um casal, ter os 5 dias que eu mais queria: interior da França. Eu estava sonhando com a PROVENCE, mas minha amiga (que vai ter uma semana a mais de viagem) pensou em começar por NICE e depois ir para AVIGNON. Já até reservou o hotel (Hotel West End, parece uma graça, alguém conhece?). Eu já estou com a passagem Lisboa-Barcelona comprada e pretendia pegar um carro lá para seguir pela Provence 4 dias e voltar.
    Para não perder a companhia do casal, pensei em mudar tudo e ficar na Côte D’Azur, deixando a Provence apenas como passagem. Faria, então:
    30 – Barcelona – Avignon 431 km – aprox. 4 horas 6 minutos
    31 – Avignon – Nice – 260 km – aprox. 2 horas 32 minutos
    01 – Bate e volta em Cannes – Nice 34,5 km – aprox. 36 minutos
    02 – Bate e volta em Mônaco – Nice 19,2 km – aprox. 23 minutos
    03 – Nice – St. Tropez – 112 km – aprox. 1 hora 35 minutos
    St. Tropez – Aix-em-Provence – 120 km – aprox. 1 hora 33 minutos
    Aix-em-Provence – Montpellier – 157 km – aprox. 1 hora 39 minutos (dormiria lá)
    04 – Montpellier – Barcelona 347 km – aprox. 3 horas 15 minutos
    A pergunta? Isso é loucura? Devo perder a passagem pra Barcelona e ir direto pra Nice (U$ 475 – cada voo)? Pulo a Côte e fico só na Provence? Outras opções???? Não consigo decidir sozinha…

    • Claudia Carmello Says:

      Oi Kitty, seja bem-vinda. Nossa, que acho MUITO corrido esse seu itinerário. Muita estrada, socorro! Será uma maratona. E o que você vai fazer em Barcelona se a viagem será em Cote D´Azur e/ou Provence? Bem, não dá para trocar a passagem de Barcelona pra Nice, sem perder o trecho? Sobre a dúvida cruel, vou colocar um pouco de lenha da fogueira: junho na Provence é demais! É a melhor época. E na Côte d´Azur nem tanto. Caso você queria ter a experiência mais genuína desse litoral, com a badalação toda e etc, saiba que a coisa por St Tropez começa a pegar fogo mesmo em julho, e chega ao auge en agosto. Ajudo? Abraço

  25. A Mulher do Marido Says:

    Kitty.
    Eu não entendi se o Hotel da rede West End está reservado em Nice ou Avignon. Se for em Nice, o Hotel que eu estive se chama Grand Hotel Aston West End e é um show, porque fica na Promenade, à beira da praia. Parece que a gente está naqueles filmes dos anos 50. De qualquer maneira, não trocaria Aix por Nice. Nice e Cannes é muito parecido.Aix-en-Provence merece mais tempo.É tão charmoso, perfumado, lindo mesmo. E olha que eu fui em fevereiro! Se eu fosse você tiraria um dia de Nice e acrescentaria em Aix.

  26. Jaqueline Says:

    Corrigindo: Nice e Cannes “são muito parecidas”. Na pressa assassinei o português!rsrsrsr

  27. Cristina Says:

    Voltei aqui qdo vi as discussões. Agora na minha viagem só falta providenciar os trechos Paris – Avignon e Avignon ou Aix para Paris (aeroporto). Então a discussão chega em boa hora he he

    Verifiquei nas locadoras de carro e não faz diferença pegar o carro em Avignon e devolver lá ou em Aix. A decisão será pelo preço da passagem de trem.
    Minha programação está assim:
    1o dia – Paris – Avignon
    2o dia – Avignon – ir a Chateauneuf du Pape e Orange
    30 dia – Avignon – ir a Arles e voltar (light assim pq minha mãe é sexygenaria he he e nao tolera ladeira, escadarias longas)
    4o dia – Sair de Avignon parar em St Remy e dormir em Aix
    5o dia – Aix – passeios na cidade.
    6o dia – Aix – ir a Cassis passando por Marseille seguindo as dicas da Claudia para mim neste post😉
    7o dia – Aix (voltar para Avignon?) pegar o trem para Paris CDH e voltar para o Brasil.

    Será que está bem organizado? E Marseille seria melhor visitar em dia de semana ou final de semana, depois de passar em Cassis. Posso alterar facilmente ordem e distribuição e aceito contribuições!

    rs

  28. Sulamita Says:

    Oi Claudia, continuo na dúvida sobre a Provence. Dá uma olhada no meu post acima, OK? Obrigada, Sulamita.

  29. Lucia Netto Says:

    Claudia, parabéns pelo Blog. Nossa! Achei sensacional. Entrei por acaso, e consegui obter muitas informações que nem sonhava em obtê-las. Realmente estou interessada na região das plantações de Lavanda. Gente, parece ser algo indescritível!! Falando com uma pessoa esta me falou de uma viagem programada de 1 semana, correndo essa região com um guia. Qualquer coisa em Aromoterapia. Porém, o que eu e meu marido gostaríamos mesmo de fazer seria alugar um carro e fazermos essa região toda sozinhos. A pergunta que lhe fazemos seria: Se formos de carro, qual seria as regiões, e lá teria algum guia para certas visitas turísticas sobre os lugares de lavanda? ou daria para fazermos sozinhos, pois falamos fluente o francês. Como pretendemos fazer em 15 dias mais ou menos, qual outos lugares interessantes para aproveitarmos e conhecer ? Sei que a melhor época, sengundo suas informações, seria Julho, porém, vc diz que fica muito lotado, mas fica insuportável por causa da lotação? Diga-nos o que seria sua opinião? Obrigada desde já.

    • Lucia Netto Says:

      Cláudia, escrevi para vc sábado dia 10, e ainda não obtive resposta.Não sei se vc recebeu. Em todo caso, vou repetir: Parabéns pelo Blog.Achei sensacional. Entrei por acaso e consegui obter muitas informações que nem sonhava em obtê-las. Realmente estou interessada na região das plantações de Lavanda na Provence. Soube que tem uma agência em Campinas que estão fazendo uma excursão nessa região. Qualquer coisa em Aromaterapia. Porém, o que eu e meu marido gostaríamos mesmo de fazer seria alugar um carro e fazermos essa região toda sozinhos. A pergunta que lhe fazemos seria: Se formos de carro, qual seria as cidades as quais deveríamos ir, e daria tranquilo para fazermos sozinhos, pois falamos fluente o francês? Como pretendemos fazer em 15 dias, mais ou menos, qual outros lugares interessantes que vc nos aconselha a irmos? Sei que a melhor época, segundo suas informações, seria Julho, porém, vc diz que fica muito lotado nesse mês. Gostaríamos de saber se fica INSUPORTÁVEL por causa da lotação? Qual seria sua opinião? Aguardo. Bjs.

      • Claudia Carmello Says:

        Oi Lucia, você pode tranquilamente fazer a Provence sozinha, de carro alugado, mesmo que não falasse francês. 15 dias é um ótimo tempo pra ficar por lá, você certamente vai poder conhecer muita coisa bacana. Junho na verdade é o melhor mês. Julho é cheio, sim, não tem como prever quanto e onde especificamente. O conceito de insuportável também é bem relativo, ne? Acho que o imperdível é fazer as vilas do Luberon, além de Aix, Avignon, Les Baux, st Remy, Arles… Com seus 15 dias dá pra dar um pulo em Marseille e na Cote d’Azur, se gostarem de praia. Abraço, Claudia

  30. A Mulher do Marido Says:

    Lúcia.
    Tenho postado alguma coisa sobre a Provence.Se quiser me visitar, entra lá no blog.Espero que possa te ajudar.E se quiser infos mais concretas, é só mandar e-mail.

  31. Cristina Says:

    Claudia, muito obrigada por todas as dicas! Deu tudo certo! Desculpe o tamanho do post!

    Estivemos lá de 3 a 9 de Junho. Campo de lavanda só vimos 1 (HUM), mesmo assim, de passagem na estrada voltando de Gordes para Avignon (nem deu para tirar foto! “acho que eu vi um campo de lavanda”, disse minha mãe, eu olhei e disse “é mesmo”, acabou rsrs). Acho que pq fez muito calor na Provence, enquanto eu e minha mãe passávamos frio em Paris depois do calor de Roma.

    Mas a Provence vale mesmo sem lavanda. A Abadia de Senanque com o campo plantado tem seu charme, só a paz do lugar… e o desvio é pouco. Gordes conheci só o centrinho, mas só a vista da estrada (no caminho para a Abadia há um recuo para fotos), já vale. Achei que a experiência na ladeira lá, para a minha mãe, já era suficiente. St Remy chovia muito qdo chegamos lá, achei suja e mal cuidada (era um domingo) comparada com outras cidades da região. Cortamos Le Baux por conta disso e da ladeira. Meu roteiro na Provence foi assim:

    1o dia – Paris – Avignon, jantar na Place D´Horloge. Hotel Etap Avignon em frente ao muro, ótima localização para quem gosta de caminhar.
    2o dia – Andamos por Avignon, fomos até os Jardins do Dom, ao lado do Palais Du Papes, uma vista da região linda orientada por uma placa onde vc vê o nome das cidades que vai visitar, muito legal (almoçamos lá). Peguei o carro na Zona Industrial e fomos as 17hs para Chateauneuf du Pape e Orange, onde jantamos.
    3o dia – Avignon – fomos a Fontaine du Vaucluse (dica de amiga), um lugar relaxante, para amenizar o calor, cidade perdida no tempo, amamos! Visitamos a Abadia de Senanque e passamos por Gordes. Jantamos em Avignon no centro histórico no D´Ici et D´ailleurs, o melhor restaurante de toda a viagem.
    4o dia – Andamos pelo Centro Histórico, fui ao Palais du Papes (não recomendado para idosos ou pessoas com dificuldade de locomoção devido à quantidade de escadas) enquanto minha mãe caminhava pela cidade. Almoçamos em St Remy e chegamos em Aix-em Provence exaustas.
    5o dia – Aix – fomos a Marseille, passando pelo porto antigo, até o final da orla, depois fomos a Cassis (cuidado para não perder a placa – é no sentido de La Ciotat). Obrigada pela dica, mas fizemos o contrário, aproveitamos Marseille (adoramos a Notre Dame de La Garde, pelos mosaicos e a vista da cidade) e passamos por Cassis.
    6º dia – Caminhamos por Aix-en Provence. Sinceramente, gostei mais de Avignon.
    7o dia – Devolvi o carro na Gare do TGV que nos levou para o Charles de Gaulle 2 e voltamos para o Brasil.

  32. lais Says:

    quero ir devolta pra minha terra

  33. Joel Says:

    OLá a todos e parabéns pelo blog! Em Abril de 2010 viajámos durante 2 semanas pela Provença e Côte D’Azur. Para partilhar a nossa experiencia fizemos um blog que pretende promover a região e servir de ajuda para todos aqueles que planeiam uma viagem na bela Provença.

    http://reviajar.blogspot.com/

    Esperamso que gosrem

  34. Francisca Says:

    Estou querendo ir com uma amiga ( as duas com 60 anos) de Paris a Aix en Provence de TGV, ficar 2 dias lá e seguir para Nice ( 3 dias) com passeios a Monaco, Cap ferrat, Èze, Juan les pins e o que dermos conta, sem pressa, em 5 dias. Minha dúvida é: se eu alugar um carro em aix en Provence , posso devolve-lo em Nice ou a taxa de retorno é muito alta? Se você não souber, onde posso saber? Porque depois iremos para Veneza, passando por Milão, de trem novamente. Outra coisa, iremos no final de abril, será que terá algum campo começando a florir? Obrigada

  35. Lucia Netto Says:

    Cláudia, obrigada pelas informações sobre La Provence. Cada vez fico mais entusiasmada com a futura viagem, que faremos de certeza em Junho ou Julho do ano que vem. O meu sonho é ver muitas plantações de Lavanda florida. Pelo que tenho lido em seu blog, parece que depois do dia 15 de junho seria o mais certo ver as plantações floridas. Iríamos este ano, porém, meu marido quiz fazer este ano (10/set a 24/set) uma viagem de “saudades”, ou seja: fomos até Paris, e de lá alugamos um carro e refizemos parte da Normandie (Rouen/Dieppe, Honfleur/ Trouville/Deauville/Costa D/ Cherbourg/ St. Michel, outras lindas cidades pelos caminhos, muito queijo, cidra e culinária impecável) até alguma parte da Bretange: a preciosa St. Malo, outras cidades, descendo até Rennes. Passamos por Chartres e voltamos para Paris, devolvemos o carro, ficamos por lá mais três dias, e voltamos para o Rio. Foi ótimo. Mas, meu sonho mesmo é a Provence. Sonho com isso. Cada vez que leio seu Blog vivo me transportando a essa maravilha. Mande sempre notícias. Abraços. Lucia

  36. Ana Tereza Merger Says:

    Oi Claudia, meus parabéns pela escolha da Provence para começar essa nova etapa. Ha seis anos moro em Aix-en-Provence e sou completamente apaixonada por essa regiao que você soube descrever muito bem: a Provence é tudo isso e muito mais. Posso dizer sem medo que quem conhece a Provence sempre fica com vontade de ver de novo os campos de lavanda ou de aproveitar ainda com mais calma tudo o que as cidades, pequenas e grandes, da regiao têm a oferecer. Pra mim, a Provence é o conto de fadas dos adultos. Um beijo grande pra você e se um link com a Provence lhe interessa – http://www.naprovence.com – é so me avisar. Beijos!

  37. Bárbara Says:

    Olá Cláudia!
    Adorei suas dicas…meus parabéns!!!
    Me caso em maio e queremos algo bem romântico na lua de mel. Teremos 15 dias e estávamos pensando em 5 dias em Paris, 5 em Provence e 5 em Côte D´azur. Estávamos pensando em ir de Paris a Provence de trem ou avião, e depois alugarmos um carro para conhcermos a região.
    Queria sua opinião sobre esse roteiro, os lugares que deveremos ir, etc, etc…
    Aguardo sua resposta.
    Obrigada

  38. Cinthia Rangel Says:

    Cláudia,
    Adorei seu site.
    Vamos para a Provence em setembro de 2011. Eu, meu marido e filhota.
    Vamos ficar 15 dias lá e 04 dias em Lyon.
    Tem idéia de como dividir nosso tempo? Vamos alugar carro.
    Ab,
    Cinthia.

  39. Laudelina Says:

    Cláudia, adorei as fotos e as suas anotações. Vamos a Paris no final de fevereiro ( o tempo, hem ?) mas gostaríamos de conhecer a Provence. Quantos dias serão necessários para um bom passeio?
    Estamos em dúvida se teremos tempo para conhecer todos os lugares apresentados por voce. Alugar carro fica muito caro ? De trem é prazeroso ? um forte abraço.

  40. Sergio Lima Says:

    Oi Cláudia. Parabéns pelo blog e pelo texto delicioso. Sou amigo do Ricardo Freire e entrei no seu blog por indicação dele. Eu e minha mulher estamos planejando ir pra Provença agora em junho. Temos um pequeno restaurante aqui em São Paulo, na Serra da Cantareira, e estamos indo pra lá justamente pra buscar inspiração.
    Gostaríamos de fazer um curso de gastronomia desses rápidos em alguma cidadezinha da Provença, de preferencia perto do Luberon. Você tem alguma dica?
    Obrigado
    Sergio Lima

  41. moadiabayma@yahoo.com.br Says:

    olá Claudia, fiquei encantada lendo seu blog sobre a Provence. Estou de viagem marcada para aquele região -12/05/2011. Planejando a viagem surgiu uma dúvida, pois como farei de trem, gostaria de saber se em Saint Remy de Provence tem estação de trem, assim como em Gordes e Roussilon. Pergunto pq sempre que faço simulação de compra de passagem pela SNCF o pedido e recusado. Se não tem trens para essas cidades, como faço para chegar lá. tenho como ponto de partida a cidade de Avignon. Desde já agradeço. Moadia

  42. Bia Mignolo Says:

    Olá Cláudia, gostaria de uma ajuda. Em junho vamos passar uns dias na Europa, separamos 05 dias para Provence. 02 noites em Avignon e 03 noites em Aix en Provence. O que você acha dessa divisão e quais lugares devemos focar. Aguardo suas dicas. Obrigada. Abraços. Bia

    Viagem toda:
    02 dias em Lisboa (aproveitando a conexão)
    05 dias em Barcelona
    01 dia em Carcassonne
    03 dias em Bordeaux
    05 dias na Provence
    03 dias no Piemonte
    03 dias na Liguria / Cinque Terre
    Volta por Roma

  43. Bia Mignolo Says:

    Cláudia
    A idéia é dormir é conhecer Avignon (Gordes / Luberon / St Remy / Le Baux/ Arles, e saber se entre essas cidades tem a rota da lavanda)
    Aix en Provence (Marseille e Cassis).

  44. cassinha Says:

    Claudia
    Gostei muito do seu blog, estou pesquisando sobre a Provence, pretendemos ir em fevereiro, acha que vale a pena nesta epoca? este ano fomos para a Toscana, que todos indicavam no verão, e adoramos, não gostamos de viajar em alta temporada.

  45. Lucia Netto Says:

    Olá!! Estamos viajando à Provence agora 17 de Junho. Ficaremos lá até começo de Julho. Pegamos suas dicas e acrescentamos mais algumas. Retornando escrevo dando notícias. Até!!

  46. marco Says:

    boa tarde claudia!estou com uma duvida!!!!!!vou para a provence em setembro e terei como base 2 dias em les baux e 3 dias em bonieaux(nesses dias pretendo ir a gordes, avignon,arles,chateauneauf,menerbes , loumarin ,cucuron)e depois terei duas noites em eze (propria eze e saint paul de vence)o que vc achou do roteiro?abcs obs suas dicas sao geniais

  47. martina Knoll Says:

    Amei!!!!
    Estive na Provence em JUNHO e fiquei absolutamente impressionada com as vilas provençais, as feirinhas de rua, os bosques, os girasóis, as lavandas, os campos de trigo, os vinhedos!
    Um verdadeiro conto de fadas! só vislumbrando para acreditar!
    As montanhas do Luberon, Lourmarin, Cadenet, Fontana de Vaucluse! Bonnieux! Avignon, Arles! fiquei extasiada com tanta beleza! o aroma dos campos floridos, dos queijos, do vinho rosé, de Aix en Provence! está tudo entranhado na minha memória e no meu coração!! saudades! muitas! deveria mesmo ter ido só com passagem de ida!!!…..

  48. Ana Paula Jacob Says:

    Oi Claudia!Eu super me identifiquei com seu estilo de viajar!Em maio de 2012,eu e meu marido vamos p/ provence,me encantei com um hotel que fica em Lourmarin(chama-se Villa Saint Louis).Vc acha que dá p/ montar base nesta cidade e conhecer toda a região(gordes,roussilon,apt,óppede e etc…)de carro?Vi que as distâncias não são muito grandes entre elas.Vamos ficar em torno de 1 semana.O que acha?obrigada!Ana

  49. Paula Says:

    Cláudia,
    Parabéns pelo blog! Se eu já tinha muita vontade de conhecer a Provance, agora que Lu seus posts estou determinada! Tenho 15 dias e gostaria de conhecer um pouquinho dos Alpes, pensei em chegar em Lyon e conhecer Annecy e Grenoble. E passar uns 10 dias na Provance e uns 2 dias em Cote d’azur. Quero ir um dia a Cassis fazer o passeio de barco e caminhada pelos calanques. Tambem queria alugar uma casa, nao sei sr em Luberon/Avignon ou em Aix, talvez metade do tempo em cada uma??? Mas normalmente alugam por no mínimo 1 semana e estou achando os preços um pouco salgados para mim, queria algo em torno de 400 euros. Poderia me ajudar com o itinerário e dicas de onde (região e hospedagem)? Obrigada!

  50. fatima vollú Says:

    Olá, vou a Paris. É muito fora de mão ir à Porvance?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: