Causos de Viagem: a Suécia e o subversivo sol da meia-noite

sol das 3 da manhã em Estocolmo

Esse “causo” é meu mesmo, vivido em junho de 2008, numa viagem para visitar amigos em Estocolmo. O texto é lá do ex-blog, mas gosto tanto dessa experiência que achei que ela não podia faltar aqui. 

É um texto sobre o dia em que eu descobri uma coisa assustadora. Sabe aquela verdade que você tem como certa, absoluta, nada mais que a ordem natural das coisas? Pois então: ela pode ser só fruto da sua ignorância.😉

“Cheguei à Suécia na madrugada passada, num vôo da Ryanair que saiu de Bergamo, na Itália (do aeroporto que eles vendem como Milão – Orio Al Serio, mas que, na verdade, fica em Bergamo).

O vôo atrasou uma hora, então cheguei só 0h40 em Skavsta (aeroporto também a 100 km de Estocolomo). Eu tinha que fazer uma viagem de 1h20 num ônibus até a estação central de Estocolmo e depois pegar um táxi até a casa de um casal de amigos que morava lá. Muito chão pela frente.

Antes de sair de Bologna,  chequei a previsão do tempo – entre 13o e 26o C, com o sol se pondo às 22h e nascendo às 3h30 da madrugada. Pensei, em minha santa ignorância: bom, são bem poucas horas de noite que eles têm no verão, mas eu vou pegar exatamente elas na minha chegada. (Aliás, se não fosse em um país tão perfeitinho como a Suécia, talvez eu tivesse pensado duas vezes antes de chegar de madrugada, sozinha, numa cidade desconhecida, com mala e dinheiro na mão).

Minha surpresa começou quando desembarquei do avião quase 1 da manhã e ainda não estava “noite”. O céu era azul escuro, com um alaranjado sutil no horizonte, de um dos lados. Peguei a mala, entrei no ônibus, e fiquei contemplando aquele céu estranho esperando que a noite chegasse. E não chegava, não chegava. O alaranjado parecia mudar de lado. De repente, veio a “iluminação”: não, fófi, não é só que não está escurecendo. O céu ainda está ficando mais claro do que quando eu tinha chegado. Eram 2 da madrugada e já estava amanhecendo!

Era óbvio, me senti uma idiota. Eu já tinha a informação de que o sol nascia às 3h30. Mas é simplesmente tão “antinatural”, pra nós dos trópicos, um amanhecer a essa hora, que, na prática, é impossível esperar por isso. É como se eu tivesse “descoberto” que a meia-noite é o meio da noite, e não o começo da noite, como nos parece. Ou seja, passada a meia-noite, se o céu não ficou preto, é porque não vai mais ficar.

Digo com toda a humildade: foi tão chocante! Era como se o “mundo” do jeito que eu conhecia estivesse do avesso. Era uma transgressão absurda. Como é que um ciclo tão certo e infalível como o amanhecer e o anoitecer pode falhar assim? “Ah,  cheguei em Estocolmo no dia 5 de junho, em uma noite em que não anoiteceu”. Ãh?

E sabem o quê? Percebi que eu havia chegado ao aeroporto preparada para entrar em um país novo, um país desconhecido, mas que era “só” mais um país europeu, rico, civilizado etc etc. Como se não houvesse choque cultural possível ali. E houve um imenso choque, um choque “natural”.

Como foi espetacular ver que, a despeito do nosso mundo a cada dia mais globalizado, que se repete na moda, nas marcas de sabonete, nas comidas, na música, ainda existem fenômenos naturais que nos lembram da diversidade desse planeta. Não é lindo saber que nem o aquecimento global, nem toda a nossa estupidez vai poder mudar a nossa rota ao redor do Sol?”

 PS: A foto é da casa dos meus amigos em Estocolmo, pelas 3 da manhã, hora em que cheguei, completamente desorientada.


Mais da seção “Causos de Viagem”:

4 dias de veleiro entre Colômbia e Panamá (sob o comando de dois alcóolatras inveterados)

Tags:

11 Respostas to “Causos de Viagem: a Suécia e o subversivo sol da meia-noite”

  1. Camila Says:

    Claudia, eu já tinha gostado quando li esse post no blog antigo e adorei revê-lo aqui! Uma amiga minha mora perto de Estocolmo, em Västerås, e me lembro que quando li seu post fui correndo perguntar pra ela sobre isso!😉

  2. CarlaZ Says:

    Claudia, eu ainda não tinha lido não😳 mas achei super interessante…é que a gente não imagina mesmo que um dia sem noite vá acontecer!
    Eu já achei super estranho em viagem ver o dia acabar 10 horas da noite! Ir jantar ainda claro…imagina ir dormir ainda claro…

  3. Claudia Carmello Says:

    Pois é, meninas, sabe que até cansa? Um sábado lá, passamos o dia todo camelando pela cidade. Voltamos pra casa. Banho. Saímos pra jantar. Saindo do jantar quase meia-noite, ainda meio claro, fomos para um bar com vista panorâmica no alto de uma torre. Drinques caros, cliques, fomos pra outro bar. Duas cervejas, tava meio ruim, caminhamos mais um pouco, e entramos num lugar meio bar/boate. Quase quatro da manhã saímos de lá, ainda nada de ficar escuro (óbvio). Chega em casa, você está morta, acordada há horas. Apaga a luz do quarto, mas não adianta nada. Então você olha pro céu ali na janela e diz: e aí, gente, cumé? Vamos desligar essa luz aí em cima que eu quero dar um relax? Dá pra sair uma noitezinha assim, bem escurinha? Ah, não dá? Beleza, vou ter que me contentar em ficar umas noites sem noite, então.

  4. Lu Malheiros Says:

    Muito bom! Eu acho que ia ficar MUITO perdida!
    Abç

  5. Grace Olsson Says:

    Cláudia, realmente é assustador por aqui, essa época. Mas quem vive já se acostum ou.EU, na verdade, me acostumei, mas nao consigo dormir direito.Tenho insônio, fechamos as cortinas e tentamos dormir…em vao…

    OLha, venho pensando em ir à Provence mas, iria lá por causa das lavandas…Sou fotógrafa…E penso em ir semana QUE VEM…SERÁ QUE AINDA ENCONTRO AS TAIAS LAVANDAS?É QUE UMA NOIVA QUER SER FOTOGRAFADA EM UM CAMPO DE LAVANDA…
    DIAS FELIZES

  6. Claudia Carmello Says:

    Oi Grace, puts, que doideira. Você é brasileira? Sobre a Provence, já estamos em fins de agosto, você não vai mais achar campos de lavanda por lá não. O quente é junho e julho mesmo. Uma pena, podíamos ter aquela paisagem o ano todo, não?

  7. Leticia Z Says:

    EU estive na Dinamarca uma época e fiquei enlouquecida com isso também. Estava lá para o casamento de uma amiga que foi na fazemda em que ela cresceu, fiquei por lá uns 5 dias. Lembro bem desse alaranjado no céu azul escuro. Lembro bem, também de ir passear no lado depois do jantar às 10 da noite. Adorava isso.

    Pois pior que o verão e a noite que nunca anoitece, deve ser o inverno e o dia que nunca amanhece, não?

  8. Leticia Z Says:

    Ah, eu sei que fazenda se escreve com N. E a gente passeava no lago, não no lado, depois do jantar… droga quemania de não revisar os comentários antes de enviar!!!

  9. ALEX SANDRO FIRMINO DA SILVA Says:

    SRA CLAUDIA CARMELLO;
    SOU DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM NO ESPIRITO SANTO E MORO NA ITALIA A 15 ANOS!NAO ME PERGUNTE COMO???MAS ESTOU AQUI!POR NESCESSIDADE OU SEI LA…MAS ENFIM ADOREI SEU COMENTARIO SOBRE A SUECIA E O SOL DA MEIA NOITE!ACHEI MARAVILHOSA A SUA CONJUNTURA VERBAL,SUAS EXPRESSOES,SUA IDEIA SOBRE MUITAS COISAS DESDE A VIAGEM DAQUI DA ITALIA,PAIS QUE CONHECO MUITO BEM…E COMO….
    MEU DESEJO E IMIGRAR PARA OS PAISES NORDICOS OU TER PELO OU MENOS UMA EXPERIENCIA POR LA.OBRIGADO!A SENHORA ME DEU UMA LINDA INSPIRACAO!
    FIQUE COM DEUS E BOAS VIAGENS!

  10. Grace Olsson Says:

    OLha, o outono veio pela Escandinavia com toda forca…movido á muita frigem, vento,e, normal..um céu cinzento..Na Islàndia, um amig em falou que depois das 3 ninguém vai ao sul….o tempo fecha…bjs

  11. Eduardo Says:

    Muito legal mesmo Claudia. Tive esta experiencia no ultimo mes de julho. Chegando em Gotemburgo as 01:15h da manhã, fiquei ollhando estarrecido pela janela do onibus, o céu já alaranjado. Bom, perguntei pra guia e ela me respondeu que as noites por la nesta época, realmente nao sao bem noites, rs. Bem, o tempo de amanhecer nao e como o nosso. O sol aponta e logo amanhece. Lá, parece que o sol fica rondando o pais algumas horas ate parecer por completo. Caracteristicas do pólo nao é. Abco!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: